Comunique-se com o fornecedor? fornecedor
Amy Cheng Ms. Amy Cheng
O que posso fazer por você?
conversar Agora Fornecedor
Taizhou Volsen Chemical Co., Ltd.
Página inicialLista de ProdutoIntermediários farmacêuticosAnti-DiabetesProcesso de Síntese de Omarigliptin Intermediário CAS 951127-25-6
Processo de Síntese de Omarigliptin Intermediário CAS 951127-25-6
  • Processo de Síntese de Omarigliptin Intermediário CAS 951127-25-6

Processo de Síntese de Omarigliptin Intermediário CAS 951127-25-6

    Preço unitário: USD 1 / Kilogram
    Tipo de pagamento: T/T
    Incoterm: CIF
    Quantidade de pedido mínimo: 1 Kilogram
    Tempo de entrega: 15 dias

Informação básica

Modelo:  951127-25-6

Additional Info

Pacote: COMO REQUERIDO

produtividade: KGS

marca: VOLSENCHEM

transporte: Air

Lugar de origem: CHINA

Habilidade da fonte: TRUE MANUFACTURER

Certificados : ISO

Descrição do produto

Omarigliptin intermediário número CAS 951127-25-6, também conhecido como intermediário CPo3604-01, fórmula molecular: C16H19F2NO4, peso molecular: 327,32, seu processo de síntese é o seguinte:
Dissolveram-se 31,2 g de NaOH em água e mistura de metanol, arrefeceu-se o refrigerante de etanol até 0o e, após 30 minutos, adicionou-se gota a gota 57,3 ml de 2,5-difluorobenzaldeído e 42,6 ml de nitrometano. Após a reacção, a mistura foi neutralizada com ácido acético, agitada com acetato de etilo e a camada orgânica foi lavada sucessivamente com solução de carbonato de sódio e salmoura, seca sobre sulfato de sódio anidro, filtrada e concentrada para dar 2-nitro-1 (2, 5-115 g de difluorofenil) -etanol, daqui por diante referido como intermediário I.
100 g do intermediio I foram dissolvidos em 200 ml de acetona e arrefecidos at0, 90 g de reagente de Jones foram adicionados gota a gota, a temperatura da soluo reaccional foi mantida a 3, ap a reaco estar completa, a soluo reaccional foi arrefecida abaixo de 0. E 50 ml de isopropanol foram adicionados gota a gota para destruir o excesso. Reagente de Jones, filtrado e lavado com acetona, o filtrado e líquido de lavagem foram combinados, evaporados até a secura para dar um líquido oleoso verde claro, que foi resfriado em um banho de gelo, e 1 L de água fria foi adicionado para precipitar um sólido branco, que foi filtrado e lavado com ua e seco para dar 2-nitro-1 (2), 5-difluorofenil) -acetaldeo 62,3 g, daqui em diante referido como Intermediio II.
Dissolveram-se 50,85 ml de 1, 3-dicloro-2-propanol e 54,7 g do intermediário II em DMF e adicionou-se 176 g de Cs2CO3 e fez-se reagir a 25 a 30 ° C durante 4 horas e o líquido reaccional foi filtrado e o resíduo foi lavado com éter diisopropílico. O filtrado foi vertido em 1,75 L / 1 N de ácido clorídrico frio e extraído duas vezes com 850 ml de éter isopropílico. O extracto foi lavado com solução aquosa saturada de cloreto de sódio e as camadas foram separadas. O solvente foi evaporado até à secura. A mistura foi lavada e seca para dar 37,1 g de 2- (2,5-difluorofenil) -3-nitro-5-hidroxitetra-hidropirano, daqui em diante referido como Intermediário III.
35,6 g do intermedi�io III foram dissolvidos em 125 ml de metanol, 16 g de NaBH4 foram adicionados em lotes dentro de 30 min, a temperatura foi controlada a 0-5� e a mistura foi agitada a 0-5� durante 30 min ap� a adi�o, então 0,5 L / 6 N HCl foi adicionado gota a gota para terminar a reacção. 1,05 L de �ua gelada, agitada a 0 � e precipitada como um s�ido branco, filtrada, lavada com �ua e seca para dar 2- (2,5- difluorofenil) -3-nitro-5-hidroxitetra-hidropiranose. O s�ido obtido acima foi adicionado a 92 ml de isopropanol, aquecido a 92 para dissolver, e depois lentamente arrefecido para precipitar trans-2- (2,5-difluorofenil) -3-nitro-5- hidroxitetra-hidro-pirano, filtrado, lavado com isopropanol, seco para dar um produto trans de 16,9 g. O filtrado foi concentrado até à secura. O resíduo foi combinado com THF. O solvente foi evaporado para dar o diastereómero (13,4 g). O tratamento com isopropanol pelo m�odo descrito acima deu 7,4 g de trans-2- (2,5-difluorofenil) -3-nitro-5-hidroxitetra-hidropirano. Adicionando 100 ml de isopropanol a 24,3 g de trans-2- (2,5-difluorofenil) -3-nitro-5-hidroxitetra-hidropirano obtido nas duas etapas acima, aquecendo a 90 ℃ para dissolver, e então foi arrefecido para temperatura ambiente, cristalizada, filtrada, lavada com cool isopropico e seca para dar 21,5 g de trans-2- (2,5-difluorofenil) -3- nitro-5-hidroxitetra-hidropirano, abaixo referida como intermediio IV.
Dissolveram-se 20,7 g do intermediário IV em 100 ml de metanol, adicionou-se a um vaso reaccional de pressão elevada, 3 g de catalisador Ni de Raney, substituiu-se hidrogénio, a pressão de H2 foi de 2,5 MPa, 40 ° e filtrou-se a reacção. 3 h e o filtrado foi dessolvatado para obter trans-2. - (2,5-Difluorofenil) -3-amino-5-hidroxi-tetra-hidro-2H-pirano bruto 18,7 g, daqui em diante referido como intermediio V.
10,5 g de ido D (-) tartico foram dissolvidos em 100 mL de metanol, e adicionou-se uma mistura de 17 g de intermediio V e 59,5 mL de metanol, agitou-se a 25 durante 15 h, filtrou-se, lavou-se com metanol e secou-se. e o sólido obtido foi refluxado em 119 ml de metanol. 1 h, arrefecer lentamente até à temperatura ambiente e agitar durante 15 h. O sólido foi novamente filtrado, lavado com metanol e seco para dar 14,2 g de tarte. O sal de ido tartico obtido foi dissolvido em 200 mL de um solvente misto de acetonitrilo e ua, foram adicionados 10 g de Na2CO3 em pores a 25-30, a soluo reaccional foi arrefecida a 0-5 e foram adicionados 15,3 g de BOC. adicionado ainda. Após agitação durante 2 horas, o acetonitrilo foi removido por destilação e a solução residual foi destilada. Adicionou-se 150 mL de ua gelada e agitou-se durante 30 min, e o sido foi filtrado e lavado com ua e seco para dar um sido branco (2R, 3S) -2- (2,5-difluorofenil) -5-hidroxitetra-hidro-2H -pirano-11,7 g de �ido 3-carb�ico de terc-butilo, daqui em diante referido como intermedi�io VI.
Dissolveu-se 10 g do intermediário VI em 50 ml de diclorometano e adicionaram-se 6 g de CrO3 e a mistura foi agitada à temperatura ambiente durante 3 horas, deixada repousar e as camadas foram separadas. As fases orgânicas foram combinadas e lavadas com Na2S2O3 a 10%, água e salmoura. A fase orgânica foi seca sobre sulfato de sódio anidro e evaporada até à secura para dar o intermediário Omarigliptin.
A especificação de qualidade do éster 1,1-diMethylethyl CAS 951127-25 do ácido N - [(2R, 3S) -2- (2,5-difluorophenyl) tetrahydro-5-oxo-2H-pyran-3-yl] -CarbaMic -6 é impureza total <1,0%, impureza única <0,50%, perda na secagem <0,50%.

Thera Categoria : Anti Diabetes

Cas No .: 951127-25-6

Sinônimo : CPo3604-01; tert-butil [(2R, 3S) -5-oxo-2- (2,5-difluorofenil) tetradiidro-2H-piran-3-il] carbaMato; terc-butila [(2R, 3S)] -2- (2,5-difluorofenil) -5-oxotetra-hidro-2H-pvran-3 il] carbaMato; terc-butilo ((2R, 3S) -2- (2,5- difluorofenil) -5-oxotetra-hidro-2H- piran-3-il) carbaMato; éster 1,1-diMetiletílico do ácido N - [(2R, 3S) -2- (2,5- difluorofenil) tetrahidro-5-oxo-2H-piran-3-il] -Carbâmico; Produto NaMe: MK-3102 interMediate; Omarigliptin inter.

Fórmula Molecular : C16H19F2NO4

951127-25-6

Peso Molecular: 327,32

Ensaio: ≥98.%

Aparência: Sólido Cristalino Branco

Armazenamento : normal

Embalagem : embalagem digna de exportação

Folha de dados de segurança do material : Disponível a pedido

Intermediário Relacionado:

1) �ter 1,1-diMetilet�ico do �ido N - [(2R, 3S) -2- (2,5- difluorofenil) tetra-hidro-5-oxo-2H-piran-3-il] -CarbaM�ico 951127-25-6

2) 2- (Metilsulfonil) -2,4,5,6-tetra-hidropirrolo [3,4- c] pirazole, CAS 1280210-80-1,

Grupo de Produto : Intermediários farmacêuticos > Anti-Diabetes

Enviar e-mail para este fornecedor
  • Amy ChengMs. Amy Cheng
  • Sua mensagem deve estar entre 20-8000 caracteres

Lista de produtos relacionados

Casa

Phone

Informação de Companhia

Inquérito